Como implementar um RH estratégico na minha empresa

O ambiente organizacional mudou bastante ao longo dos últimos anos. Atualmente, aliás, temos um cenário cada vez mais dinâmico: as mudanças são mais radicais e mais frequentes, exigindo maior atenção dos gestores para não deixar seu negócio para trás.

Entre as novidades está o papel da área de Recursos Humanos. Se antigamente ela era vista apenas como uma forma de recrutar pessoas para um determinado trabalho, hoje já faz parte do modelo estratégico e, além disso, passou a ser determinante na obtenção de bons resultados.

O que é RH estratégico?

Essa nova abordagem do RH estratégico talvez seja uma novidade para muitas pessoas. No entanto, não é tão difícil assim entender essa dinâmica contemporânea da área de Recursos Humanos.

Em uma versão tradicional e um pouco mais antiga, o RH enxergava as pessoas como uma espécie de matéria-prima das organizações, ou seja, recursos para a execução de tarefas e atividades. É uma visão, portanto, bastante simplista sobre a relação entre a empresa e os seus colaboradores.

Já no caso do RH estratégico essa visão é bastante diferente. O gestor de Recursos Humanos passa a enxergar pessoas (e não recursos), considerando inclusive suas características, virtudes e motivações. Desta forma, consegue um alinhamento muito mais preciso com a estratégia organizacional — e não apenas entregando demanda por profissionais.

4 dicas para implementar o RH estratégico na minha empresa

Embora o conceito seja simples, a implantação de um RH estratégico na sua empresa exige alguns cuidados. Não basta apenas decidir migrar o sistema de funcionamento, mas sim trabalhar em alguns aspectos que permitam a integração da área de Recursos Humanos com os objetivos centrais do negócio. Para isso, abaixo deixamos algumas dicas para você iniciar esse processo.

1 – Tenha metas e objetivos bem estabelecidos

O RH estratégico tem como principal função exercer a sua atuação na seleção e retenção dos melhores colaboradores dentro de uma determinada estratégia. Contudo, para que isso funcione bem, é fundamental que a empresa tenha metas e objetivos claros.

Sem isso, como o gestor de RH vai saber direcionar os esforços de contratações? Ou então qual é o perfil adequado para a seleção de novos colaboradores? É fundamental que tudo esteja devidamente alinhado.

2 – Integração de setores

Outro ponto importante é a integração de diferentes setores do negócio. Uma empresa alinhada e coesa tende a entregar melhores resultados. E isso, claro, envolve também a área de Recursos Humanos.

Entendendo a demanda de cada setor e quais os principais desafios de curto, médio e longo prazo, fica mais fácil criar o perfil de candidato ideal e ir em busca dele no mercado de trabalho.

3 – Cultura organizacional

A cultura organizacional é mais um aspecto que deve ser trabalhado pensando na implementação de um RH estratégico. Isso é importante porque ela revela quais são os valores, métodos e práticas empregados no cotidiano de um negócio.

Assim, ao ter uma cultura organizacional bem definida, uma empresa consegue selecionar pessoas alinhadas com essas características, garantindo assim uma chance muito maior de contratar profissionais adequados para a função.

4 – Uso de tecnologia

Por fim, mas não menos importante, está o uso da tecnologia para a implantação de um RH estratégico. Essa é a melhor forma de agilizar alguns processos e garantir o uso correto das informações, reduzindo a chance de falhas. Uma das melhores maneiras de fazer isso é usar da nossa plataforma i-Hunter. Assim, você tem a tecnologia a seu favor e consegue focar nos processos realmente importantes do dia-a-dia, deixando o gerenciamento da informação para o sistema e aumentando a eficiência das suas contratações.